Sobre as pequenas alegrias

Existe um segredo sobre as pequenas alegrias.

Poucos sabem, mas, na verdade, elas são muito tristes e deprimidas.

Imagine uma pequena alegria, cheia das boas intenções, que só queria agradar.
(Uma dor de cabeça que passa, um elevador que aguarda no térreo, um ônibus com assentos vazios.)

Coitada.
Quase não se nota.
Nem um sorriso recebe, muitas das vezes.

Então vêm as grandes alegrias, covardes!, covardes!, a passos largos, arrebatadoras, com seus feriados emendados, seus filhotes de labrador, seus primogênitos, suas casas próprias, suas viagens para ver o Mickey Mouse… No mesmo instante as pequenas alegrias se murcham num canto – desoladas, impotentes, pequenininhas mesmo.

E ainda que se juntem todas, uma sucessão de pequenas alegrias sempre passa como um mero acaso. No máximo como um dia bacana, desses que se esquece fácil quando as malas estão prontas para ir ver o Mickey Mouse.

Anúncios
Esse post foi publicado em Crônicas. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Sobre as pequenas alegrias

  1. bibi.gil disse:

    gostei tanto, isso dá roteiro de curta de animação, imaginei as pequenas alegrias e as grandes alegrias em um embate, todas coloridas e de diferentes tamanhos 🙂

  2. Natalie disse:

    Que lindo!
    Adorei o seu cantinho novo.

    Prometo passar sempre por aqui para tomar um cafezinho 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s