Modo: vibracall

Deslizo lentamente,
sob ritmo constante,
sem temer o que há em frente
– o abismo inevitável

Sobre a mesa que estremece,
desse meu destino cúmplice,
tal qual se compadecesse,
sigo firme a cada toque

Logo um silêncio breve,
rendição anunciada,
e à perda da chamada
– Avante!
dá-se a queda

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesias. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Modo: vibracall

  1. bruna disse:

    HAHAHAHAHAH genia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s